Empreste dinheiro a uma empresa e lucre

Entenda como realizar esse processo

Dentro do mercado temos várias alternativas de investimentos, umas mais rentáveis que as outras, obviamente. O fato é que o pequeno investidor tem que estudar bastante as opções que melhor cabem no seu plano. Uma delas pode ser o empréstimo para empresas, a chamada debênture. 

Essa modalidade consiste em um título de crédito privado que, ao invés de ser emitido por um banco, é emitido por uma empresa. Em troca, você tem uma remuneração pré-estabelecida. 

A debênture funciona da seguinte forma: você entra em contato com uma corretora ou uma plataforma de investimento confiável; verifica os pré-requisitos para esse tipo de transação, como prazos e valores; por fim, é só fazer a contratação. Geralmente a aplicação mínima de R$ 10 mil.

Uma dica boa antes de fechar a aplicação é verificar o histórico das empresas, afinal, o bom é fazer o empréstimo para as que são boas pagadoras. Para isso, existe uma classificação de risco ou o chamado “rating” da empresa. O rating, por exemplo, é um índice em que A é o mais alto e vai diminuindo de acordo com o alfabeto. Esses dados são disponibilizados em sites de rela investidores da empresa ou em agências de classificação de risco.

É importante ressaltar que a debênture é um investimento à longo prazo, em sua maioria com vencimentos a partir de 2 anos. Por isso, antes de fechar negócio, tenha em mente que você não deverá resgatar esse dinheiro logo. Além disso, as debêntures seguem a lógica de outras aplicações  de renda fixa, ou seja, tem desconto de pelo menos 15% de imposto de renda.

Um dos tipos de debênture que é vantajoso para a pessoa física, é a incentivada. Isso porque ela é livre de imposto de renda. Esse tipo é voltado para projetos de infraestrutura, como rodovias, aeroportos e hidrelétricas. 

Outra vantagem da debênture é que ela, apesar de apresentar um risco maior, também tem um rendimento acima da média dos investimentos de renda fixa. Se você for do tipo que se arrisca, é uma boa oportunidade, quanto maior o risco ou quanto menos conhecida é a empresa, melhor será o lucro. 

Contudo, por conta dos riscos, o conselho é escolher a debênture somente quando você tem uma estratégia de vários investimentos, isso porque você não foca seu dinheiro em apenas um investimento. Intercale com aplicações que têm menos riscos.

Invista em um fundo

Se você for um investidor iniciante, as aplicações em fundos podem ser mais simples. Isso porque você não precisa pesquisar a empresa, um gestor escolherá as debêntures e ficará responsável também por observar os controles de risco. Ainda é possível investir em várias empresas ao mesmo tempo, com riscos bem baixos.

No caso do fundo, existe a opção de uma aplicação inicial mais baixa, de R$ 100,00. Ele também tem isenção do imposto de renda. Em contrapartida, ele tem uma taxa de administração, na hora de realizar o investimento verifique se ela é menor que 1%, assim, será mais rentável. 

Tags: finanças investimento

Veja mais