Nada de pintor! Você mesmo pode pintar sua casa!

Confira algumas dicas para mudar o ambiente com criatividade e economia

Está cansada do visual da sua casa? Saiba que é possível mudar as cores das paredes sem gastar muito. Listamos alguns erros mais comuns para você evitar e acertar em cheio na pintura!

Medo de errar: não vai ficar só no branco ou nos tons neutros. É preciso criar um contraste no ambiente. Exagerar nas cores vibrantes não é bom, mas não ter nenhuma “cor” também não é.

Tudo combinando: cuidado para não deixar o ambiente pesado. Móveis, decoração e parede em tons muito próximos pode resultar neste efeito. Prefira uma cor próxima mas num tom mais suave do que o predominante no ambiente.

Cores demais: uma parede colorida, tudo bem. Mas sair pintando a casa toda de cores vibrantes pode ter um resultado desastroso. Não esqueça de acrescentar toques de branco ou cinza no ambiente.

Olhe para o teto: aqui, talvez valha a pena contratar um profissional. No lugar da tinta branca, opte por um tom creme. Isso deixará o espaço mais confortável.

Ambientes em equilíbrio: todos espaços da casa precisam seguir uma unidade, mesmo com cores diferentes. Uma sugestão é pensar em duas cores diferentes para não deixar os ambientes engessados.

Acabamento: pense bem na hora de escolher. Um acabamento do tipo acetinado facilita na hora da faxina e costumam ser mais resistentes. Os do tipo fosco ajudam na hora de disfarçar imperfeições, mas tendem a acumular mais sujeira.

Um ambiente de cada vez:  escolha um único cômodo para começar. Experimente e, aos poucos, você conseguirá mudar toda casa!

Tags: casa dicas de economia economia doméstica

Veja mais