Novembro Azul e a importância do diagnóstico precoce

Homens, a resistência de ir ao médico é uma das causas do aumento do câncer de próstata

Fechamos outubro com a conscientização sobre o câncer de mama e entramos em novembro lembrando do câncer de próstata, essa é a variação da doença que mais afeta homens, depois do câncer de pele. Por isso, é importante estar atento às informações de prevenção, diagnóstico e tratamento dessa doença.

Afinal, o que é o câncer de próstata? É um tumor em uma glândula masculina que fica abaixo da bexiga e à frente do reto, esse órgão cobre uma parte inicial da uretra, tubo responsável pela liberação da urina quando sai da bexiga. De acordo com a Fundação do Câncer, em 2018 tiveram 68,2 mil novos casos da doença no Brasil. Os números são tão alarmantes que a expectativa é de aproximadamente 66,12 novos casos para cada 100 mil homens.

Existem alguns sintomas específicos que indicam que é necessário procurar um médico. Durante a fase inicial a doença não apresenta sintomas ou demonstra poucos, que são decorrência do inchaço da próstata como dificuldade de urinar ou maior frequência durante o dia e à noite. Agora na quando o câncer está mais avançado, os sintomas são dor nos ossos, problemas urinários e até infecção generalizada ou insuficiência renal.

Contudo, quando mais cedo o diagnóstico, maiores são as chances de cura. Como não têm muitos sintomas na fase inicial, só é possível diagnosticar por meio dos exames: toque retal e sangue para avaliar a dosagem do PSA (Antígeno Prostático Específico).

Então, aqui temos uma das partes mais importantes: se você é homem, tem histórico de câncer de próstata na família e mais de 45 anos, procure um especialista anualmente e realize os exames. Se não tem o histórico familiar, o recomendável é fazer a partir dos 50 anos. 

Vale lembrar que os exames não indicam apenas o câncer, mas outras doenças também. O resultado alterado do PSA, por exemplo, pode indicar inflamações, infecções e o crescimento benigno da próstata, chamado de hiperplasia. Já o toque retal indica a necessidade da biópsia da próstata.

Além da realização periódica dos exames, alguns hábitos previnem a doença, principalmente o cuidado com o corpo. Estudos mostram que existe maior risco de câncer de próstata em homens com peso corporal mais elevado, por exemplo. Os melhores cuidados são:

  • Manter uma alimentação saudável e equilibrada;

  • Não fumar.

  • Identificar e tratar adequadamente a pressão alta, diabetes e problemas de colesterol

  • Manter um peso saudável;

  • Praticar regularmente atividades físicas.

Por fim, existem várias modalidades de tratamento para a doença que variam conforme cada caso. Existe a cirurgia, que pode ser feita junto com radioterapia e tratamento hormonal. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece todas as opções de tratamento.

O Novembro Azul ajuda a conscientizar, mas a prevenção deve ser feita o ano inteiro. O diagnóstico precoce pode salvar a sua vida. Deixe qualquer preconceito de lado e cuide do que mais importa: sua saúde. 

 

Tags: qualidadedevida saúde

Veja mais